São Miguel – das Furnas ao Nordeste

Miradouro do Pico do Ferro e Lagoa das Furnas

E a nossa viagem juntos pela ilha de São Miguel continua. Neste roteiro das Furnas até ao Nordeste da ilha aconselho pelo menos reparti-lo em dois dias, uma vez que é na freguesia das Furnas que provavelmente passarás algum tempo.

No primeiro dia em visita às Furnas, é sempre bom começar com uma caminhada. A minha sugestão é dirigires-te em direção ao Miradouro do Pico do Ferro, onde é possível ter uma vista fabulosa sobre a vasta cratera vulcânica do Vale das Furnas. A Lagoa das Furnas destaca-se à direita do miradouro e o vale avista-se à esquerda.

Casa de Grená e Caldeira das Furnas

Nas proximidades do miradouro encontra-se um percurso pedestre de pequena rota (PRC 22) que te leva até às Caldeiras das Furnas. Podes encontrar mais detalhes sobre este percurso seguindo este link.

Este percurso é circular, bastante acessível de fazer e tem a extensão de cerca de 6 km, o que equivale a mais ou menos 3 horas. Nesta rota é possível observar as ruínas da Casa de Grená, em direção à Lagoa das Furnas e às famosas Caldeiras das Furnas, conhecidas por serem “cozinha” do emblemático Cozido das Furnas. Aqui é possível preparares o teu próprio cozido, mas para isso deves prepará-lo com alguma antecedência, pois a confecção média é de 5 a 6h. Basta pôr os ingredientes necessários numa panela, pedir a alguém que lá trabalhe que coloque o cozido num dos buracos e depois de enterrado, esperar então 6h pelo teu cozido. Se preferires deslocar-te a um restaurante, é aconselhável que faças reserva. Eu fui ao Miroma, e, apesar do cheiro característico a enxofre no Vale das Furnas, o cozido não tem, de todo, esse sabor. No entanto, desengano-te já – não é parecido com o Cozido à Portuguesa.

Depois de almoçar, aconselho a visitar a localidade das Furnas, com as suas fumarolas e geysers. Podes também experimentar beber água da prata, água azeda, ácida ou básica na Chã das Caldeiras. Estas águas têm um sabor maioritariamente ácido e, como o nome também indica, azedo, mas têm propriedades medicinais: facilitação da digestão, desaparecimento de caspa, tratamento de alergias na vista e prevenção de gripes ou constipações.

Poça da Dona Beija

Com a digestão já facilitada por beberes destas águas, podes então aproveitar algumas horas na Poça da Dona Beija. O bilhete é adquirido à entrada no local e tem um custo de 6€. De segunda a sexta, a Poça está aberta das 10h às 20h, enquanto ao fim de semana apenas se encontra aberta das 10h às 15h. Para mais informações consulta o site da Poça da Dona Beija

A Poça da Dona Beija encontra-se dividida em 5 tanques de águas termais quentes, com diferentes profundidades e temperaturas médias. Devido às características férreas da água é aconselhável levar roupa de banho mais antiga, porque dependendo do material é provável que sejam para deitar fora.

Capela Nossa Senhora das Vitórias

No regresso ao local de descanso, visita ainda a Capela de Nossa Senhora das Vitórias, na zona poente da Lagoa das Furnas. Esta capela é considerada uma das construções mais imponentes de todo o arquipélago dos Açores.

Parque Terra Nostra

No segundo dia de visita às Furnas, desfruta de algum (bastante) tempo no Parque Terra Nostra. O parque tem inúmeras atrações para diferentes personalidades: para os amantes da natureza, o parque dispõe de mais de 12 hectares de variedade de árvores e plantas, trilhos por entre nascentes de águas minerais, cascatas e riachos. Para quem quer reservar o dia para relaxar e usufruir de uma experiência de jacuzzi ao ar livre, claro que a fantástica piscina de água termal quente não passa despercebida. Esta piscina, ou tanque, é composta por águas férreas numa temperatura de aproximadamente 40 graus, excelente para relaxar. Mais uma vez, dada a sua composição, é aconselhado levar roupa de banho mais escura ou já usada. O parque dispõe de balneários para mudar de roupa, caso seja necessário.

O horário do parque é das 10h30 às 16h30 e o preço de bilhete adulto é de 8€. Crianças dos 0 aos 2 não pagam e dos 3 aos 10 anos o bilhete tem custo de 4€.

No site do Parque Terra Nostra podes encontrar roteiros adaptados para cada estação do ano e também um mapa do recinto.

Nordeste

Depois de relaxares, segue então para a zona Noroeste da ilha, uma zona não muito visitada e apaixona-te pelas paisagens micaelenses nos Miradouros da Ponta da Madrugada e da Ponta do Sossego. 

Partindo dos Miradouros da Ponta da Madrugada ou da Ponta do Sossego em direção à freguesia de Achada, ainda no Nordeste da Ilha, podemos visitar o Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões. 

Neste parque natural é possível observar uma abundante e variada flora e a cascata que alimenta com água parte do parque. O Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões possui 5 moinhos de água que estão classificados como Imóveis de Interesse Público. A entrada do Parque é gratuita e tem estacionamento de apoio aos visitantes. Está equipado também por um Centro Municipal de Artesanato, cafeteria, loja de recordações e um espaço para as crianças brincarem.

 

E do Nordeste, seguimos rumo aos concelhos de Ribeira Grande e Vila Franca do Campo, que podem ver o roteiro sugerido clicando aqui.

Deixe uma resposta